Por Favor aguarde...
Viagens e Férias
Imprimir    

Dicas para Viajar com Crianças

Dicas para Viajar com Crianças

 Ser pai ou mãe não tem que significar abdicar de fazer tudo o que lhe dá prazer. Sim, muito na sua vida irá mudar, e certamente algumas coisas vão ter que ser ajustadas conforme as necessidades.  No entanto viajar não tem que ser algo que risque dos seus planos por uma década. Só precisa de adequar esses mesmo planos à idade do seu bebé. 

 

Neste artigo damos-lhe algumas sugestões de como passar umas férias únicas na companhia do seu pequenote.

 

 

Menos de 1 ano

 

Apesar de muitas pessoas serem da opinião que crianças com menos de 1 ano não devem viajar, existem muitos benefícios em viajar com uma criança tão pequena:

 

São menos pesados e mais fáceis de carregar; ainda não andam; se o bebé ainda mama melhor ainda porque não tem que se preocupar nem gastar dinheiro com comida (se já não mamar basta ter consigo 2 ou 3 mamadeiras)

 

De modo a prevenir e sentir-se mais tranquilo informe-se onde ficam os hospitais/clínicas da zona antes de partir.

 

Sugerimos que com uma criança desta idade, opte por pousadas, casas rurais, (explorar Portugal), ou viagens internacionais de curta duração (Madrid, Barcelona, Paris, Madeira, Açores)

 

1 a 3 anos

 

Em pouco tempo as coisas são capazes de mudar imenso.

 

Nesta fase os bebés são mais pesados, mas continuam a gostar de fazer sestinhas o que faz com o que o carrinho ainda seja um instrumento importante; andam e mexem em tudo; a impaciência em longas distâncias começa a aparecer

 

No entanto começam a parar de usar fralda diurna; a mala começa a ficar mais pequena e prática; ficam mais resistentes no que toca à saúde.

 

Nesta idade eles tornam-se uns verdadeiros exploradores e começam a ganhar o gosto por descobrir diferentes tipos de animais. Levo-os a casas rurais e locais verdes. Nesta altura eles também se tornam mais impacientes nas viagens, por isso optar por viajar à noite também é uma boa opção

 

 

 3 a 6 anos

 

Agora é que as crianças vão começar a desfrutar realmente da viagem.  Quanto às vantagens:

 

Já não usam mais fraldas nocturas;  já comem sozinhas e interagem mais com as outras crianças. Por isso sugerimos que explore com o seu filho desde praias, a parques verdes de algumas das capitais europeias. Se  for possível, esta é também a idade ideal para o levar aos parques da Disney. Irá certamente fazer as delícias do seu filhote.

 

 

6 anos ou mais

 

Nesta altura o seu filhote já não é mais um bebé. Já se tornou um mini-viajante.

Por isso integre-o nos preparativos da viagem e deixe-o dar sugestões. A criança nesta idade começa a ler, por isso mostre-lhe livrinhos de viagens e comece a criar o bichinho da descoberta e da aventura ainda antes do avião levantar voo.

 

Já no destino, torne-o mais independente. Ele já pode levar a sua mochila e/ou  um bloquinho para desenhar o que lhe apetecer sobre os locais que visita. Um dia mais tarde vai gostar de olhar para essas lembranças e recordar "a tal" viagem.

 

Como as crianças nesta fase já aguentam melhor as viagens mais compridas e já demonstram interesse por outro tipo de actividades, experimente levá-lo às capitais europeias e a programas mais culturais (como visitar castelos ou até mesmo museus).

 




Existem,  no entanto, alguns erros a evitar em todas as idades. Querer ir a todo o lado é um deles. Com as crianças, principalmente, deve evitar andar numa correria o dia todo. Seleccione poucos pontos, mas importantes, a ver durante o dia. Dessa forma as crianças vão ter não só melhores recordações como mais duradouras. 

 

Não ache que eles não vão ser capazes. A partir dos 6/7 anos eles já têm mais resistência do que imaginamos. Eles conseguem aguentar caminhadas, quando motivados, e acabarem o dia satisfeitos e sem queixumes. 

 

Outro dos erros mais comuns é levar muita bagagem. Na verdade está de férias e não precisa de estar muito preocupado com o seu aspecto ou com o das crianças. Uma coisa que pode ser bastante divertida, caso a criança já tenha idade, é envolvê-la na escolha da roupa e na preparação da mala de viagem. Tente levar somente o que importa, como um bom par de calçado e coisas práticas.

 

 

Por fim, lembre-se que as crianças são seres muito mais adaptáveis do que o que pensa. Se está a começar a ficar um pouco preocupado por causa das alterações de rotinas e o que isso pode provocar no seu filho (como não dormir à hora do costume ou não comer aquele pequeno almoço típico que tanto gosta) relaxe e perceba que as férias são a altura para fazer cedências deste género.

 

Esta não será somente uma viagem marcante para o seu filho, mas para toda a sua família. 


Para informações relacionadas com os documentos que deve levar quando viaja com crianças consulte o seguinte link: 

http://www.portaldocidadao.pt/portal/pt/dossiers/dos_4+++somos+pais.htm?passo=8


Agora só falta embarcar na aventura!

 

 

 

Fechar