Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Passagem de ano: Portugal ou estrangeiro?

Ver Resultados

África e os seus arrepios

por Inês Alves 

 

Depois de um longo dia sempre de olhos bem abertos e máquina fotográfica preparada para qualquer espreitadela de um animal selvagem, chegava a hora de lavarmos o pó do nosso corpo e vestirmos roupas de noite, mais elegantes.

 

Aproximava-me do restaurante do lodge, onde já se juntavam os restantes membros do grupo de 26 aventureiros portugueses que tinham escolhido a exótica Tanzânia como o destino das suas férias de Verão, e observava a belíssima decoração da tenda onde nos serviriam o jantar. Cercada de flora seca, rochedos e nada mais, em plena área de safari, ali se encontrava a gigante tenda, numa posição central em relação às restantes, mais pequenas, onde cada um dormiria o seu descansado sono no fim da noite...

 

Ou não tão descansado! Entre risos e conversas antes do jantar, eis que ouvimos, vindo de trás dos arbustos mais próximos da tenda das refeições, imponentes rugidos leoninos... e fez-se silêncio! A mim parecia-me uma gravação, um som de circo, mas estava na selva africana e não na cidade de Lisboa ou no meu computador..!

Durante todo o jantar, após ânimos se acalmarem e seguranças ficarem alerta, disseram-se graças acerca daquela poder eventualmente ser a última seia de algum de nós, de a tenda poder ser rompida por garras afiadas como facas e animais esfomeados como as crianças daquela terra!

 

Felizmente, mais uma vez, os animais provaram ser mais pacatos do que muitos seres humanos e, após umas voltinhas no lodge à procura de bufalos ou outras vítimas que lhes interessassem mais do que nós, sempre com os seguranças e as suas armas com tranquilizantes preparadas, estes voltaram para o interior da savana e nós pudemos continuar em segurança a nossa estadia no lodge, rirmo-nos do episódio e contá-lo a quem quisesse acreditar no nosso regresso! 


 
Votar

 

 
comments powered by Disqus